MAIO ROXO: MÊS DAS DOENÇAS INFLAMATÓRIAS INTESTINAIS

Em função do Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal, instituído em 19 de maio, é promovida anualmente o Maio Roxo. A campanha tem o objetivo de chamar a atenção, promover a conscientização e melhoria na qualidade de vida dos portadores dessas doenças e de seus familiares.
Quais são as Doenças Inflamatórias Intestinais?
As doenças inflamatórias intestinais, conhecidas também pela sigla DII, são infecções que afetam alguma parte do sistema digestório. Elas causam feridas internas nos tecidos e órgãos, entre eles intestino delgado, intestino grosso e reto. A Retocolite Ulcerativa Inespecífica e a Doença de Crohn (ou ileíte) são as mais conhecidas das doenças inflamatórias intestinais.
Quem são as pessoas mais propensas a ter essas doenças?
As DII atingem tanto homens como mulheres e o diagnóstico acontece geralmente por volta dos 30 anos. No Brasil, a cada 100 mil pessoas, 13 tem alguma DII. Porém, no mundo, esse número pode chegar a aproximadamente 5 milhões de pessoas. Ainda sem causa comprovada, as doenças DII podem estar ligadas a fatores hereditários e imunológicos. Mais importante, as DII também podem ser agravadas também pelos hábitos de vida.
O que fazer?
As DII não tem cura, mas a Sociedade Brasileira de Coloproctologia alerta que pode existir uma melhora significativa na qualidade de vida dos pacientes quando as doenças são tratadas adequadamente.
O diagnóstico é feito por meio da colonoscopia com biópsia. Porém, outros exames como radiografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética, além de exames laboratoriais, também auxiliam na identificação das alterações típicas.
Neste Maio Roxo, para você fazer o acompanhamento regular da sua saúde e descobrir se tem alguma doença como as DII, torne-se um associado da Rede Saúde Fácil. Assim que você contrata uma Conta Saúde você pode agendar consultas com médicos particulares, além de fazer exames com preços populares. Escolha a melhor opção para você, entre nossos três tipos de Conta, clicando aqui.
Tagged , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *